Embaixadores do Rei no Brasil

"Alvin, não deve existir um campo missionário no mundo maior e mais maduro do que o Brasil. E meninos... tem milhares. Os batistas brasileiros estão precisando de Embaixadores do Rei, e pelo menos alguns missionários e pastores mostraram bastante interesse nesse tipo de trabalho".

Com essas palavras proferidas por J. Ivyloy Bishop, líder nacional dos E.R. dos EUA, o pastor Willian Alvin Hatton e o próprio Bishop pensaram, sonharam juntos... nova vida num país de outra língua, outros costumes...

Oito meses depois dessa conversa, precisamente em 4 de março de 1948. Pr. Alvin Hatton e sua esposa D. Katie viajaram da cidade Van Buren em Arkansas para Nova York e de lá embarcaram para o Brasil. Após dezesseis dias de viagem, finalmente chegaram ao Rio de Janeiro.

Desde o dia 31 de março até o começo de maio foi formada uma comissão para discutir o trabalho de E.R., traduzir e adaptar o material para um Manual simples. A comissão reuniu-se durante 2 ou 3 horas por dia, uma vez por semana. A irmã Waldemira Almeida trabalhou bastante na tradução. Fizeram parte da comissão : Miss Minni Landrum, W. E. Allen, Tiago Lima e Alvin Hatton. Assistiram algumas reuniões : Paulo Spurgeon de Paula, Hélcio Lessa e Katie Hatton.

Em julho, do material traduzido já havia cópias mimeografadas que foram apresentadas na reunião da Missão Batista do Sul do Brasil. A Missão votou a favor da proposta de Miss Landrum pedindo da junta de Richmond Us$ 5.000,00 para começar o trabalho de E.R. e aprovando Alvin Hatton como obreiro dos E.R.

Em agosto do ano de 1948 houve a primeira reunião com os E.R. da I.B. da Tijuca e a organização foi apresentada para os adolescentes do Colégio Batista de Itacuruça. Pela graça de Deus em 4 de setembro do mesmo ano houve a primeira reunião da Embaixada de Itacuruça. Duas semanas depois os E.R. desta embaixada e os E.R. da Embaixada da I.B. da Tijuca foram passear em um lugar chamado Alto da Boa Vista.

Além de produzidos 5.000 folhetos sobre os trabalhos dos E.R. foi iniciada a tradução do Guia dos Embaixadores do Rei, sendo formada uma comissão com os seguintes membros: Miss Minni Landrum, W. E. Allen, James Musgrave, Tiago Lima e Alvin Hatton.

Em Agosto de 1949 foi realizada a primeira reunião de reconhecimento de postos - Embaixadas da I.B. da Tijuca e Itacuruça no templo da I.B. da Tijuca.

Em 1950 foi redigido um acordo entre a JUERP e a União Feminina a respeito do Treinamento e da Educação Missionária dos Juniores, então foi criado o Departamento de Embaixadores do Rei.

Em agosto de 1950 foi comprado o Sítio do Sossego e no período de 26 de fevereiro à 1º de março de 1951 foi realizado o 1º Acampamento dos Embaixadores do Rei no Sítio do Sossego com 18 acampantes e 3 igrejas representadas.

A revista "O Embaixador" - teve seu primeiro exemplar no primeiro trimestre de 1951.

O 2º Acampamento dos Embaixadores do Rei no Sítio do Sossego foi realizado em julho do mesmo ano com 35 acampantes e 8 igrejas de três Estados representadas.

A partir de janeiro de 1978 com a criação da União Masculina Missionária o departamento de Embaixadores do Rei foi transferido para esta entidade. O Primeiro secretário-geral, eleito em 1979, foi o irmão Dirceu Amaro.

 
PORTAL TENHO5IDEAIS | Organização Missionária Embaixadores do Rei | Embaixada Raimundo Fortunato - PIB Vila Garrido