Reorganizando sua embaixada


Você já parou e fez um balanço do que tem sido sua embaixada? Será que ela tem sido apenas um clube recreativo? Ou um mini-exército, aonde os meninos vêm receber ordens para depois receber uma recompensa (jogar bola, acampar, etc.)?

Tenho visto muitas embaixadas que se reúnem com o propósito exclusivo de jogar bola. Parece até um teatro: os meninos chegam na hora (pois, quem não chega na hora não pode jogar), ficam mudos ou dormindo enquanto o conselheiro fala por quase uma hora e depois vão jogar. O propósito principal dessas embaixadas é recreativo (isto se pudermos chamá-las de embaixadas). Todos fingem que o interesse é espiritual, mas, no fundo, sabem que é puramente recreativo.

Certa vez, logo no inicio de meu ministério como conselheiro, um irmão disse assim: “Olha Fábio, não adianta dar trabalho pra eles, todos só vêm aqui pra jogar bola...”. Esse era o pensamento daquele irmão, mas, não era o dos ER que já estavam começando a se interessar pelo trabalho espiritual. Você pode imaginar como é frustrante para um conselheiro saber que todo o seu trabalho é inútil? Que os ER não apreciam seu método de trabalho e na verdade só estão ali por causa dos esportes?

Existe também a embaixada-exército, aquela do conselheiro mandão. Ele escolhe as programações, dirigi, prega, canta, elege “democraticamente” a diretoria, planeja o calendário enfim, os ER só assistem. Desse modo, os meninos não criam interesse pelo trabalho, não crescem, não frutificam.

Conversando com um ex-embaixador, hoje já casado e com filhos, ouvi o seguinte: “A embaixada era um exército, nós só íamos para receber ordens do conselheiro mas, como sempre tinha o futebol no final, não

Lembre-se: o objetivo da organização é Missionário e não ser um clube esportivo. Trabalhe para primeiramente ganhar os meninos para o Senhor Jesus, este sim, é o nosso grande projeto.

Se a sua embaixada encontra-se numa das situações acima, é bom refletir.
Alguns pontos são fundamentais para uma verdadeira embaixada existir:
1. Os meninos devem estar crescendo nos postos.
2. Os meninos devem ter orgulho de serem Embaixadores do Rei.
3. A diretoria da embaixada deve ser ativa e cada membro cumprir a sua função.

1. OS MENINOS DEVEM ESTAR CRESCENDO NOS POSTOS.

1. Motive-os. A motivação é o principio de tudo.
2. Valorize a importância de alcançar os postos superiores. ·
3. Crie programações variadas e encontros em outros locais visando o estudo de postos.
4. Crie um concurso onde o estudo de postos seja um dos itens.
5. Realize sempre os cultos de Promoção de Postos na Igreja. Na hora de premiar e escolher.
6. Para a participação em atividades especiais, dê preferência àquelas que têm maior posto.· Cobre, insista, acompanhe, explique.Tenha paciência, todo começo é difícil.

2. OS MENINOS DEVEM TER ORGULHO DE SEREM EMBAIXADORES DO REI.

1. Enfatize sempre o privilégio de ser Embaixador do Rei.
2. Cante as músicas da organização.
3. Participe de Acampamentos Estaduais, Nacionais e com outras embaixadas, sempre visando conquistar uma posição no ranking.
4. Promova intercâmbio e conclaves.
5. Chame cada menino como Embaixador, na hora das reuniões.
6. Quando a embaixada for chamada a frente na igreja, não permita que o grupo seja chamado de “os adolescentes” ou “os juniores” ou qualquer outro nome que não seja Embaixadores do Rei.
7. Providencie a Carteira de Identidade para cada membro da embaixada.
8. Uniformize a embaixada.
Artigo Melhorando sua Embaixada

FAÇA TRABALHO NOS POSTOS


“Os meninos devem estar crescendo nos postos”
Lembre-se: Somos Embaixadores por Cristo. E o Embaixador deve entender este lema com um priviégio.

INCENTIVE SUA LIDERANÇA
“A diretoria deve ser ativa e cada membro cumprir a sua função”

3. A DIRETORIA DA EMBAIXADA DEVE SER ATIVA E CADA MEMBRO CUMPRIR A SUA FUNÇÃO.
1. Permita que os ER elejam a diretoria.
2. Ensine a cada um a sua função.
3. Cobre resultados, acompanhe, faça junto.
4. Tenha a consciência que você faria melhor que os ER mas, são eles que precisam aprender.
5. Inicialmente, não exija muito. Aperfeiçoe aos poucos.
6. O ER que está dirigindo nunca deve ser corrigido na frente do grupo.
7. Tenha paciência, todo começo é difícil.
8. O Manual do Conselheiro dá ótimas orientações sobre o funcionamento da embaixada mas as dicas abaixo também ajudam:
9. A embaixada é um lugar onde todos trabalham.
10. Cada ER deve ter uma função especifica.
11. Motive e elogie sempre.
12. Nunca reclama da igreja ou de algum irmão para os ER.
13. Faça criticas construtivas, nunca destrua ninguém com sua maneira de falar.
14. O conselheiro deve ser o melhor embaixador da embaixada. É ele quem deve conhecer melhor a Bíblia e os manuais da Organização, ele deve ser o mais animado e ativo.
15. Tenha auxiliares, lembre-se do velho deitado que diz: Uma andorinha só não faz verão.
16. Ore diariamente pelos seus embaixadores, conheça, entenda e ame cada um deles.

CONHEÇA OS VISITANTES
Procure conhecer imediatamente
os meninos que estão visitando a embaixada. Se não forem cristãos aproveite bem a oportunidade de tê-lo em sua reunião.

LEIA A BÍBLIA
Leia a Bíblia, ao menos um verso e faça um breve comentário. Pode ser uma boa oportunidade de apresentar Jesus aos visitantes não crentes.

ORE
Como Líder, ore pelos seus ERs. Lembre-se de incluir os visitantes em sua oração. Se possível,
nominalmente.

PACOTE ESSENCIAL
Recite o tema, compromisso, divisa e cante o hino oficial (De preferência inteiro).

SIGA EM FRENTE
Se estas sugestões forem boas para você utilizar em suas reunões,
terminado este cheque list, continue com sua programação normal.
Melhorando sua Embaixada

Fonte: Site da Igreja Batista Nova Vida - http://www.igrejabatistanovavida.com.br

 
PORTAL TENHO5IDEAIS | Organização Missionária Embaixadores do Rei | Embaixada Raimundo Fortunato - PIB Vila Garrido