Olhar amigo


Um olhar amigo alegra o coração; (Provérbios 15:30a)

Bons conselheiros falam com a voz, conselheiros fascinantes falam com os olhos e possuem sensibilidade para falar ao coração dos seus ERs.

Vamos a reunião: Oração, tema, divisa, hino, sentados 1-2, de pé 1-2, 'silêêêêeencio!', 'quem decorou o versículo?', 'quem estudou para a prova?'... é assim que você fala com seus embaixadores? Eles precisam de algo diferente!

Os meninos da sua embaixada precisam de um OLHAR AMIGO que fale sem pronunciar nenhuma palavra. Seu relacionamento com os ERs têm que ir além das reuniões, realmente eles precisam de um conselheiro, digo, um conselheiro! Eles precisam de ter alguém que os direcione em suas dúvidas, nos seus questionamentos, que lhes dê conselhos à luz da verdade ( a palavra de Deus), mas você quando vê que seu ER veio com um estilo diferente de roupa já olha com um olhar 'demolidor'. Está aí o problema.

Os olhos do mundo já os olha com preconceito, seus meninos estão numa idade altamente influenciável, é aí que você entra com o seu olhar de amor para influenciar...

Vejamos um exemplo:
Certo dia um embaixador chega com um piercing na embaixada. Existem várias reações, há os conselheiros que dizem: AQUI NÃO ENTRA COM ISSO! Há outros que falam: ELE É VISITANTE! E há o conselheiro fascinante, que diz com os olhos: SEJA BEM-VINDO, ESTOU FELIZ DE TE VER AQUI! Não quero entrar aqui no mérito de ficar discutindo acerca do piercing quero dizer que você, conselheiro, tem que demonstrar que ama e compreende seu ER com um simples olhar.

Resumindo: Seu ER precisa identificar em você um olhar amigo SEM PRECONCEITOS, afinal, um olhar amigo alegra o coração. (Provérbios 15:30a)


conselheiros fascinantes

Texto adaptado pelo conselheiro Jullyander de Lacerda
Baseado no livro 'Pais brilhantes professores fascinates', Augusto Cury.

 
PORTAL TENHO5IDEAIS | Organização Missionária Embaixadores do Rei | Embaixada Raimundo Fortunato - PIB Vila Garrido