NÃO MORRA NA PRAIA


Você já deve ter escutado essa expressão: “ O cara nadou, nadou, nadou e morreu na praia” Esse morrer na praia tem um sentido de... “Quase consegui”, “Mais um pouquinho eu chegava lá”, “Faltou pouco”.

Bem na Bíblia existe uma história de um povo que por pouco não morreu na praia. Antes desse acontecimento esse povo era escravo, mas Deus havia os libertado do Egito. O Egito era o país onde esse povo era escravo. Escravo mesmo, tinham que trabalhar pesado, faça chuva ou faça sol, tempestade ou furacão. A parada é que Deus libertou o povo de Israel e eles saíram do Egito, saíram a pé, era muita gente... Vamos ler na Bíblia:

Os israelitas saíram a pé de Ramessés e foram para Sucote. Eram mais ou menos seiscentos mil homens, sem contar as mulheres, as crianças e os velhos.
Quando o rei deixou que o povo israelita saísse do Egito, Deus não os levou pelo caminho que vai pelo país dos filisteus, embora fosse o mais curto. Deus pensou assim: “Não quero que os israelitas mudem de idéia e voltem para o Egito, quando virem que terão de guerrear.”
Durante o dia o SENHOR ia na frente deles numa coluna de nuvem, para lhes mostrar o caminho. Durante a noite ele ia na frente deles numa coluna de fogo, para iluminar o caminho, a fim de que pudessem andar de dia e de noite.
A coluna de nuvem sempre ia adiante deles durante o dia, e a coluna de fogo ia durante a noite.
(Êxodo 12:37, 13:17,21-22)


DEUS NOS MOSTRA O CAMINHO.
Bem, a primeira coisa que a gente aprende dessa história é que quando Deus nos liberta daquilo que nos escraviza, Ele nos orienta. Agora embaixador me responde uma coisa, como você quer ser orientado por Deus se você não tem tempo para Ele? Nessa parte, também percebemos que Deus não quer que a gente volte atrás, não quer que a gente volte a ser escravo de novo.

Voltando à História, o povo saiu do Egito e foi caminhando para a direção do deserto, sendo guiados por Deus. Eis que frente do povo aparece um mar, o mar vermelho, e quando eles olham para trás quem está lá? O rei do Egito, o faraó, com seu exército.

Então o rei mandou preparar o seu carro de guerra e o seu exército.
Ele saiu com todos os carros de guerra, incluindo os seiscentos melhores, que eram comandados pelos seus oficiais.
O SENHOR fez com que Faraó, rei do Egito, continuasse teimando, e ele foi atrás dos israelitas, que estavam saindo de maneira vitoriosa.
Os egípcios, com todos os seus cavalos, carros de guerra e cavaleiros, saíram atrás dos israelitas e os alcançaram onde eles estavam acampados, na beira do mar Vermelho, perto de Pi-Hairote e de Baal-Zefom.
(Êxodo 14:6-9)


O que fazer agora? Na frente o mar, atrás um exército... e agora? Será que o povo de Israel ia morrer na praia depois de tanto andar?

PARE DE RECLAMAR!
A primeira coisa que o povo fez foi reclamar.

Quando os israelitas viram o rei e o seu exército marchando contra eles, ficaram apavorados e gritaram pedindo a ajuda de Deus, o SENHOR.
E disseram a Moisés: —Será que não havia sepulturas no Egito? Por que você nos trouxe para morrermos aqui no deserto? Veja só o que você fez, nos tirando do Egito!
O que foi que lhe dissemos no Egito? Pedimos que nos deixasse em paz, trabalhando como escravos para os egípcios. Pois é melhor ser escravo dos egípcios do que morrer aqui no deserto!
(Êxodo 14:10-12)


Porque que quando as coisas parecem difíceis para você embaixador, você começa a reclamar de Deus e das bênçãos que Deus te deu? Quem havia levado o povo até aquele lugar tinha sido Deus, então porque não confiar nEle? Confie em Deus quando vierem as dificuldades.

CONTINUE FIRME NOS CAMINHOS DE DEUS.
Moisés foi falar com Deus que o povo tava reclamando e Deus lhe respondeu: “Diga ao povo que marche”. Deus estava falando, “diga ao povo que continuem firmes, continuem andando porque eu estou os guiando”. Quantas vezes nas nossas dificuldades Deus nos manda continuar firmes nos seus caminhos e nós preferimos olhar para trás e ver só o tamanho do problema. Embaixador, olhe para Deus, é dEle que vem o socorro! Diante das tentações olhe para Deus é dEle que vem o socorro, diante das suas falhas olhe para Deus é dEle que vem o socorro, diante daquilo que te separa de Jesus escolha olhar para Deus é dEle que vem o socorro!

Não desista de caminhar, porque quando você escolhe ouvir a Deus e andar nos caminhos dEle “Vocês não terão de fazer nada: o SENHOR lutará por vocês.” (Êxodo 14:14)

DEUS VAI TE PROTEGER.
Os egípcios corriam em direção ao povo, mas quando continuamos no caminho do Senhor Ele nos protege. Deus não deixará o inimigo chegar perto de você.

Então o Anjo de Deus, que ia na frente dos israelitas, mudou de lugar e passou para trás. Também a coluna de nuvem saiu da frente deles e foi para trás,
ficando entre os egípcios e os israelitas. A nuvem era escura para os egípcios, porém iluminava o povo de Israel. Assim, durante a noite inteira, o exército egípcio não conseguiu chegar perto dos israelitas. (Êxodo 14:19-20)


O povo continuou caminhando e chegou na beira do mar, a agora? Agora acontece o milagre!

Moisés estendeu a mão sobre o mar, e Deus, o SENHOR, com um vento leste muito forte, fez com que o mar recuasse. O vento soprou a noite inteira e fez o mar virar terra seca. As águas foram divididas,
e os israelitas passaram pelo mar em terra seca, com muralhas de água nos dois lados.
Os egípcios os perseguiram e foram atrás deles até o meio do mar com todos os seus cavalos, carros de guerra e cavaleiros.
(Êxodo 14:21-23)


O povo atravessou e eis que do outro lado do mar, Moisés estende de novo a mão sobre as águas e os egípcios morrem.

Mas os israelitas atravessaram o mar em terra seca, com muralhas de água nos dois lados.
Naquele dia o SENHOR salvou o povo de Israel dos egípcios, e os israelitas os viram mortos na praia.
(Êxodo 14:29-30)


Se o povo não tivesse continuado a marchar quem teria morrido na praia seriam eles. Escolha fazer a vontade de Deus que suas tentações vão morrer na praia, aquilo que te escraviza vai morrer na praia, aquilo que te separa de Deus vai morrer na praia e você, você não! Você de maneira milagrosa será salvo.


Assista o vídeo abaixo:




Jullyander de Lacerda
Conselheiro da Embaixada Raimundo Fortunato

 
PORTAL TENHO5IDEAIS | Organização Missionária Embaixadores do Rei | Embaixada Raimundo Fortunato - PIB Vila Garrido